Salários do UFC 200 – Miesha fatura meio milhão de dólares e Brock Lesnar a maior bolsa da história

A Comissão Atlética de Nevada divulgou hoje através do site MMA Fighting os salários do card histórico do UFC 200, que foi realizado na T Mobile Arena, em Las Vegas no último sábado.

Entre as mulheres, Miesha Tate, que perdeu o cinturão peso galo, liderou a lista levando meio milhão de dólares e retornando ao UFC, o peso pesado Brock Lesnar recebeu uma bolsa recorde de 2,5 milhões de dólares em sua vitória sobre Mark Hunt.

Esse número é mais do que o dobro do record anterior que pertence ao irlandês Conor McGregor que ganhou 1 milhão de dólares quando enfrentou Nate Diaz no UFC 196.

Confira a lista completa em dólares:

CARD PRINCIPAL

Amanda Nunes ($100,000 + bonûs da vitória = $100,000) venceu Miesha Tate ($500,000)

Brock Lesnar ($2,500,000 + bonûs da vitória = $2,500,000) venceu Mark Hunt ($700,000)

Daniel Cormier ($500,000 + bonûs da vitória = $500,000) venceu Anderson Silva ($600,000)

Jose Aldo ($400,000 + $100,000 = $500,000) venceu Frankie Edgar ($190,000)

Cain Velasquez ($300,000 + bonûs da vitória = $300,000) venceu Travis Browne ($120,000)

CARD PRELIMINAR

Julianna Pena ($32,000 + $32,000 = $64,000) venceu Cat Zingano ($35,000)

Kelvin Gastelum ($53,000 + $33,000 = $83,000)* venceu Johny Hendricks ($80,000)*

T.J. Dillashaw ($25,000 + $25,000 = $50,000) venceu Raphael Assuncao ($42,000)

Sage Northcutt ($50,000 + $50,000 = $100,000) venceu Enrique Marin ($13,000)

Joe Lauzon ($54,000 + $54,000 = $108,000) venceu Diego Sanchez ($80,000)

Gegard Mousasi ($75,000 + $35,000 = $110,000) venceu Thiago Santos ($28,000)

Jim Miller ($59,000 + $59,000 = $118,000) venceu Takanori Gomi ($55,000)

*Hendricks perdeu 20% de sua bolsa para Gastelum por não bater o peso

COMENTÁRIOS

comentários

Fabíola Nishi

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA