Ronda rompe o silêncio após nova derrota

Nem o mais pessimista fã de Ronda Rousey esperava uma derrota dolorida como foi da loira no UFC 207, a loira não suportou os duros golpes de Amanda Nunes e sucumbiu em apenas 48 segundos no primeiro round. Sem falar com a imprensa durante a semana que antecedia o evento, Rowdy publicou uma nota oficial e revela está confusa sobre o que fazer em 2017.

“Quero agradecer a todos os meus fãs que têm me apoiado, não apenas nos meus melhores momentos, mas também nos mais difíceis. Palavras não podem descrever o quanto esse amor e apoio significam para mim.

Voltar não apenas a lutar, mas também a vencer, era o meu foco total nesse último ano. Porém, às vezes, mesmo quando você se prepara e dá o máximo de si por querer muito uma coisa, as coisas acabam não saindo como você planejou. Eu me orgulho em ver o quanto as divisões femininas prosperaram e quero elogiar a todas as outras mulheres que fizeram com que isso se tornasse possível, inclusive a Amanda.

Preciso tirar um tempo de folga para pensar e refletir sobre o futuro. Obrigada por acreditar em mim e por entender”.

Ronda não lutava desde novembro de 2015, quando foi nocauteada por Holly Holm no segundo round da luta principal do UFC 193, a primeir derrota na carreira afastou a americana do octógono por treze meses, com o novo revés sofrido seu futuro fica nas mãos dos destino.

UFC 207
30 de dezembro em Las Vegas, EUA

CARD PRINCIPAL
Amanda Nunes venceu Ronda Rousey por nocaute técnico aos 48s do R1
Cody Garbrandt venceu Dominick Cruz por decisão unânime (48-46, 48-47 e 48-46)
TJ Dillashaw venceu John Lineker por decisão unânime (triplo 30-26)
Dong Hyun Kim venceu Tarec Saffiedine por decisão dividida (29-28, 27-30 e 29-28)
Ray Borg venceu Louis Smolka por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-27)

CARD PRELIMINAR
Neil Magny venceu Johny Hendricks por decisão unânime (triplo 29-28)
Antônio Cara de Sapato venceu Marvin Vettori por decisão unânime (triplo 29-28)
Alex Garcia venceu Mike Pyle por nocaute aos 3m34s do R1
Niko Price venceu Brandon Thatch por finalização aos 4m30s do R1
A luta entre Tim Means e Alex Cowboy foi julgada sem resultado

COMENTÁRIOS

comentários

Pedro Henrique
Respiro WMMA 26 horas por dia, só irei descansar quando as mulheres chegarem no mesmo nível dos homens!