O que esperar de Jessica Eye vs Bethe Correia no UFC 203?

Neste sábado no UFC 203 teremos duas super lutas femininas com participação brasileira, sendo uma na categoria peso galo e outra no peso palha. O que esperar desses duelos?

Fechando o card preliminar do evento, Jessica Eye e Bethe Correia medirão forças para ver quem se mantém entre as melhores da categoria e quem pula fora do barco. As duas lutadoras vem de derrota e precisam vencer, o que pode fazer deste duelo o mais frenético da noite ou o mais burocrático, dependendo da estratégia que as lutadoras irão traçar para garantir a vitória.

A americana vem de três derrotas consecutivas e vive um momento delicado na carreira. Certamente ela poderá contar com o apoio da torcida, já que lutará em sua cidade natal, porém será necessário mais que isso para afastar o risco de ser novamente superada e até mesmo demitida.

Bethe Correia teve a oportunidade de ser a primeira brasileira a conquistar o cinturão pelo galo do UFC quando perdeu para Ronda Rousey no ano passado por nocaute ainda no primeiro round, cinturão que hoje pertence a outra brasileira, a baiana Amanda Nunes. Ja este ano Bethe enfrentou Raquel Pennington e perdeu numa apertada decisão dividida. Uma vitória neste momento não apenas levantaria novamente sua moral como afastaria os riscos de deixar o evento.

Nesta luta Jessica Eye precisará fazer seu boxe e seus chutes funcionarem, se aproveitando da maior envergadura para trabalhar golpes na longa distância. Trabalhar o clinch pode ser uma boa estratégia também, já que a brasileira mostrou dificuldades de lidar com a pegada na última luta além de cansaço no final do segundo e no terceiro round.

A brasileira Bethe Pitbull tem mãos afiadas e mostrou evolução com bons chutes na última luta após passar um tempo treinando na AKA (American Kickboxing Academy). Levar a luta para o solo pode ser uma ótima saída caso Bethe tenha dificuldades na luta em pé, já que deve ter afiado seu jogo de chão após treinar ao lado do campeão Daniel Cormier, Cain Velásquez e outros grandes nomes do UFC, aproveitando as brechas que a americana possui no chão.

Por serem duas atletas que costumam levar as lutas para decisão dos jurados, a expectativa é que durante 3 Rounds tenhamos muita entrega para o combate, fazendo dessa luta uma bela guerra, já que o resultado decidirá o futuro das duas lutadoras, que não tem emocionado muito em seus últimos combates.

COMENTÁRIOS

comentários

Edgard Garcia
Edgard Garcia, brasileiro, amante de lutas e de esportes. "Vejo o MMA como paixão mundial dentre alguns anos, e amanhã, quando olhar para trás, quero ver o quanto o esporte evoluiu, as oportunidades cresceram e a vida de muitos tomou um rumo melhor por meio do desporto".

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA