Marina Rodriguez vence no United Caribbean

Atleta da Thai Brasil, Marina Rodriguez segue em boa fase na carreira, além de estar invicta no MMA, a lutadora conquistou uma importante vitória em Suriname no evento United Caribbean, ao bater Isis Verbeeck por decisão unânime.

Já no Brasil, Marina contou com exclusividade para a Dama de Ferro MMA como surgiu a oportunidade de lutar internacionalmente.

“Começou quando o professor Rafael Waslov da equipe Striker House de Curitiba, juntamente com o Jonathan Diniz, estava com luta marcada para dois atletas dele no Suriname, Ricardo Soneca e Guilherme Prescendo, e precisava de uma menina no 55kg para lutar kickboxing, meu professor Marcio Malko aceitou na hora, seria um grande desafio internacional contra a atleta Holandesa Isis Verbeeck contratada do Glory maior evento de luta em pé do mundo. Como já vínhamos do treinamento da minha última luta de MMA no Aspera FC 41 contra a Vanessinha Guimarães, onde finalizei no segundo round, não paramos de treinar então já estávamos preparados pra esse desafio apenas tendo que ajustar a estratégia para a luta. Viajamos no dia 26 de julho para o Suriname, chegamos dia 27 na cidade de Paramaribo, a luta aconteceu na sexta dia 29″.

Marina elogiou a estrutura do evento e a forma como os lutadores foram tratados pela organização e comemora o resultado positivo obtido mesmo competindo contra uma adversária mais experiente.

O evento UNITED CARIBBEAN nos recebeu muito bem, a divulgação na cidade foi bem realizada todos aguardando o dia do evento. Lutamos na sexta, ganhamos por pontos, dominando os três rounds e após eu aplicar um knockdown com uma joelhada na costela no final do último round, onde a adversária levou quase 30 segundos pra retornar ao combate, nos consagramos campeões do evento”.


A brasileira espera mais oportunidades para lutar fora do Brasil e está ciente que essa vitória poderá contribuir para que isso ocorra com mais frequência.

“Foi uma experiência única lutar e vencer na casa da adversária, essa vitória pra gente é bem importante, além de bater a atleta com contrato no Glory, grandes portas poderão se abrir, inclusive uma vaga no Glory”.

COMENTÁRIOS

comentários

Pedro Henrique
Respiro WMMA 26 horas por dia, só irei descansar quando as mulheres chegarem no mesmo nível dos homens!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA