Janaísa Morandin supera falta de ritmo e vence no Aspera FC 38

O Aspera FC 38 levou aos fãs de MMA um card com 30 lutas. E o show foi completo com nocautes, finalização e um campeão declarado no Ginásio José Corrêa, em Barueri, São Paulo, na noite de sexta-feira, dia 27 de maio. Um dos destaques do card principal foi Janaísa Morandin que mostrou porque tem contrato com o Invicta FC e manteve a invencibilidade na carreira – agora com oito vitórias – ao nocautear Lavínia Ione no segundo round com uma boa sequência no ground and pound.

Em bate papo com o nosso site, atleta da Astra comentou sobre a sua mais nova vitória na carreira, depois de superar um hiato na carreira sem competir no MMA.

“Então, como eu fiquei muito tempo sem lutar já esperava ter dificuldade com o nervosismo, a adrenalina. Estava totalmente sem ritmo de luta, demorei o primeuro round inteiro pra assimilar distância, tempo e ação e reação. No segundo round que, comecei a me sentir na luta. Abriu meu supercílio no primeiro round e fiquei com medo do médico interromper. Então no segundo entrei pra definir. Se tivesse levado a luta para o chão teria acabado antes com certeza, mas meu mestre acertou na estratégia de que eu realmente precisava trocar umas porradas”.

Janaísa não esconde a felicidade, agradece ao carinho das pessoas mais próximas e garante que é a melhor peso átomo do país em atividade.

“Independente do que achei da luta fiquei muito feliz de ter voltado a lutar, passei muita coisa pra estar ali e me sinto viva de novo. Tive muito apoio das minhas alunas da minha equipe praa superar esse tempo parada, e me sinto pronta pra voltar com tudo, Tenho certeza que evolui muito e assim que eu pegar o ritmo de luta de novo vou provar que sou a melhor peso átomo do Brasil”.

Aspera FC 38: Baby vs. Cardoso

Data: 27 de Maio de 2016, Sexta-Feira
Local: Ginásio José Corrêa em Barueri, São Paulo
Transmissão: Esporte Interativo, a partir das 20h (de Brasília)

Luta principal – Disputa de Cinturão até 120kg
Júnior “Baby” venceu Thiago Cardoso por nocaute aos 4min e 12seg e foi declarado campeão da divisão até 120kg

Card Principal
Tim Ruberg venceu Ricardo Ribeiro por nocaute técnico aos 2min e 44seg do primeiro round
Renê Soldado venceu Fabrício Azevedo por nocaute técnico aos 2min do segundo round
Janaísa Morandin venceu Lavínia Ione por nocaute técnico aos 1min e 50seg do segundo round
Gabriel Macario venceu Juliano Militão por nocaute aos 1min e 36seg do primeiro round
Cleiton Foguete venceu Giovane Bueno por finalização triângulo aos 4min e 44seg do primeiro round
Markus Maluko venceu Fabrício Almeida por nocaute aos 2min e 27seg do terceiro round

Card preliminar
Felipe Buakaw venceu Thiago Duarte por decisão unânime dos juízes laterais
Juliano Ninja venceu Damyão Edson por nocaute técnico no primeiro round
Tiago Samurai venceu Leandro Apagão por decisão unânime dos juízes laterais
Léo Capoeira venceu Vinícius Super Shock por decisão unânime dos juízes laterais
Willian Hoffmann venceu Jhon Malvadeza por finalização mata-leão no primeiro round
Alan Salgado venceu Rodrigo Capoeira por nocaute técnico no primeiro round

Card pós-principal (a partir das 23h)
Eder Gama venceu Anderson Ulysses por finalização no primeiro round
Uyran Presunto venceu Adriano Boi Bandido por nocaute técnico no primeiro round
Maíra Mazar venceu Arielle Souza por nocaute no primeiro round
Deivid Teixeira venceu Washington Luis por finalização katagatame no primeiro round
Wellington Burcão venceu Fernando Garcia por decisão unânime dos juízes laterais
Wallyson Maguila venceu Eli Indiao por decisão unânime dos juízes laterais
William Paraíba venceu Thiago Tubarão por nocaute no segundo round
Leandro Compri venceu Bruno Zumbi por finalização katagatame no primeiro round
Wilson Fonseca venceu Rafael Lopes por decisão unânime dos juízes laterais
Leonardo Cabeção venceu Ronald Castelamari por nocaute técnico no primeiro round
Nivanílson Chapolim venceu Marcelo Matias por decisão unânime dos juízes laterais
Thiago Pará (Team 4 Life) x João Chico Bento (Garcia Combat Club)
Antônio Piauí venceu Jeffinho Cabuloso por finalização mata-leão no segundo round
Augusto Sparta venceu MIchael Leite por finalização no primeiro round
Evandro Barbosa venceu Patrick Gomes Silva por decisão unânime dos juízes laterais
Fábio Henrique venceu Soslenis Grilinho por decisão unânime dos juízes laterais
Junith Luan venceu Rian Martinazzo por decisão unânime dos juízes laterais

COMENTÁRIOS

comentários

Pedro Henrique
Respiro WMMA 26 horas por dia, só irei descansar quando as mulheres chegarem no mesmo nível dos homens!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA